Posts tagged ‘mundo’

Um Gentleman

É bem verdade que não me agrada escrever de política por certo tempo, mas depois de ler a matéria da Revista Alfa deste mês sobre FHC cuja capa é dele, não poderia me calar. Muito se diz, e eu sou grande defensor desta tese, que ele é o estadista do novo Brasil. Pois bem, vejo que o é não apenas pelos seus grandes atos durante a presidência, mas principalmente pelo que é hoje: um exemplo de político. Por mais que todos e principalmente ele diga que não mais é político, mas apenas um professor ou aposentado, é intrigante como hoje, acima de qualquer tempo, ele se posiciona como um grande político, que defende ideais, não se baseia em estatísticas ou marketing, apenas apresenta a si mesmo, de maneira tranqüila e sincera de modo a mostrar para as pessoas que tem competência e vontade de representá-las, mas explicitando seus pensamentos livremente.

Vejo em FHC algumas das características que vejo como indispensáveis ao exercício da política, e ressalto a coragem, o homem público deve sempre tomar a frente, assumir seus erros e combatê-los, deve ter a coragem de falar verdades inconvenientes aos ouvintes e principalmente a si mesmo.
Assim se faz política, com tranqüilidade, estratégia e coragem. Ao levantar a bandeira da regulamentação das drogas, por exemplo, FHC saiu à frente levando o debate para o seio das famílias, é de fato um medida impopular eleitoralmente falando, mas não é fato que hoje sua popularidade está maior do que nunca? As pessoas precisam de informação, e um ponto de vista confiável e sincero lhes traz satisfação. Os políticos precisam disto, lembrar que o PSDB é vanguarda, e portanto, deve sair à frente erguer a bandeira do debate sobre as drogas que já está na sociedade civil, debater internamente o casamento homossexual e apresentar nossa visão à sociedade.

Devemos continuar modernizando o país, mesmo seno oposição, e em menor numero, qualitativamente vencemos. FHC nos ensina a ser oposição sem histeria, oposição madura e elegante. O mestre tem muito a nos ensinar e espero que cada vez, todos sigam seus passos.

 

Anúncios

A Importância do Parlamento Jovem

Nas andanças que faço e nas redes que convivo, tenho percebido por parte de todos um grande apoio e confiança em minha participação no VIII Parlamento Jovem Brasileiro. Meus companheiros de partido têm sido extremamente solícitos, assim como alguns amigos da imprensa e mesmo moradores de meu bairro. A conquista, hoje eu vejo que não apenas é minha, mas sim do grupo, do grupo comunitário, do grupo de juventude, do grupo tucano do grupo inclusive suprapartidário de amigos crentes e defensores de um Brasil mais forte e rico em cultura, educação e política.

Vejo no PJ a oportunidade, e desta não abrirei mão, de não apenas me firmar como liderança jovem, mas principalmente incentivar os outros participantes a seguirem na luta política, seja no partido que for ou mesmo fora de partidos.

O PJB é simples, mas muito inteligente e indispensável  para a formação de novas lideranças jovens, que devem se aliar a políticos locais, e lutar, para mesmo que em âmbito municipal fazem seus projetos realidade. E ainda, seguir o exemplo do deputado federal jovem Vinicius Caruso (7ª edição) e dar palestras em escolas sobre a importância do protagonismo jovem na política.

O jovem é protagonista de todas as grandes manifestações e mudanças de nossa sociedade, como agora o fazem no Chile, num grito desesperado por educação. Este processo ocorre no Chile, pois é este o pais mais politizado da America Latina o que nos explica e nos faz apoiar os manifestantes, que estão conscientes de seus direitos e não dispensam exercê-los. Outros setores da sociedade poderiam e devem se revoltar, mas apenas no jovem existe a garra capaz de forçar um impeachment como houve no Brasil, e isto só é possível pois houve lideres jovens que incitarem as multidões.

Há nisto certo sistema de pirâmide, mas este muito saudável, a liderança jovem incita a multidão, que ao longo do processo e mesmo do cotidiano revela ter outras lideranças jovens no corpo desta massa que trarão ainda mais massa a esta luta, e nesta massa surgirão ainda mais lideres; o ciclo é grande e indispensável à construção de um sociedade politizada e ciente da importância de cada individuo no futuro da pátria.

Um amigo diz que “liderar é servir”, não tenho pretensão e nem o poderia de me colocar como líder, mas me coloco a serviço da pátria e daqueles que por ela lutam.

 

Leio Hoje

A questão da leitura por parte dos jovens é hoje um problema gravíssimo, em especial nos países em desenvolvimento. Associam-se os livros à monotonia quando comparada à TV, pois ao invés de iniciar a trabalhar a literatura com obras de maior interesse  e popularidade no momento, se iniciam os cursos regulares de português nas escolas a trabalhar literatura com estudo de livros clássica, que apesar da inegável qualidade, não falam a língua do jovem, não trata de assuntos que estão na “ordem do dia”, tornam-se desinteressantes . A meu ver, apresentar poesia apenas com Camões  a estudantes que nunca se interessara por poesia é condenar o coitado do aluno a detestar poesia, o ensino deve ser gradua, deve iniciar com Vinicius de Morais nas crianças, aos adolescente se reserve Augusto dos Anjos e Bocage, o que nos trará maior entrosamento entre o jovem e a poesia, a partir daí sim se pode aprofundar, por a questão mais se trata de ensinar a ler em si, de ter prazer no ato da leitura, mas sim na qualidade daquilo que se lê e na capacidade de interpretação de diferentes tipologias, principalmente as mais complexas.

 

Há uma lacuna entre o jovem e o livro, mas é muito fácil fazer o elo entre os dois, uma vez que se leia algo de seu interesse, livremente, algo que para você é leve e prazeroso, o habito da leitura se instaura quase que por natureza,  da leitura do jornal impresso( que eu particularmente acho uma delicia), das revistas(e nisso coloco tudo, pode ser os rodapés de Caras, entrevistas de Playboy, criticas de Veja ou até ciência em Galileu).

 

Todavia, este é um problema simplório que adiantaria 50% dos problemas neste sentido, para que a cultura;  habito da leitura estejam no ceio familiar será necessário injetá-lo na escola, para tal precisamos adaptarmos ao jovem e este em seguida aderir ao conhecimento, o que será inevitável.

 

É imperativo mostrar ao Jovem que literatura é arte, e como tal, é o maior espelho de sua época.

Bullying é Novidade?

  Quando me veio a pena à mão para tratar sobre Bullying, inevitavelmente eu já tinha assunto, posto que estamos num momento no qual não se fala em mais nada.

    O bullying seria aquelas clássicas humilhações e ofensas verbais as quais alguns são expostos,(geralmente no período escolar), é estranho que somente passamos a notar o problema como um causador de grandes desvios mentais quando alguém que por reflexo do bullying, somado à uma perda familiar e uma vida sem sucesso, perdeu completamente a sanidade e criou um dos momentos mais monstruosos que o Brasil já viu, conhecido por ”O Massacre do Realengo”.

   O que antes era tratado como algo normal, é hoje, encarado como um problema a ser encarado. É interessante analisara  relação humana com o ato de humilhar e a reação da massa a isto, a alguns anos se falou muito em playboy que saiam nas noites com seus carrões ganhos se seus pais para agredir prostitutas e mendigos, algo que sempre aconteceu e ninguém nunca se importou, afinal, trata-se de indigentes e putas, quem são ele para desviar a nossa atenção? A coisa começou a mudar na mente do povo quando o numero de mortos começou a aumentar, e estes valentões começaram a atormentar e brigar com pessoas ditas “de bem”.Bem, a questão central da avaliação sobre Bullying é a hipocrisia em que vivemos, apoiamos sempre, pois nos diverte. Toda piada tem um alvo. Mas nunca nos colocamos no lugar deste, desde pequenos, e nunca ninguém se importa, a coisa evolui, até por que, as autoridades escolares, pouco podem faze, posto que geralmente este tipo de acontecimento fica entre os alunos.

   Por este mesmo motivo o bullying não pode ser tratado por grandes especialistas, cheio de gráficos etc, é uma questão psicológica, que deve ser tratada no seio familiar, não há números sobre o bullying, a vitima guarda isto para si, e cresce tendo este tipo de desfalque social que resultará, possivelmente, em desvios de conduta.

   A solução do bullying esta dentro de cada casa, no ato dos pais colocarem para seus filho a questão da igualdade, deles serem iguais a seus amiguinho japonês ou negro, interagir com o filho da empregada. A solução para o bullying esta no humanismo, esta em injetar nas crianças o sentimento de união do homem pelo homem, do home, e para o homem. Ou melhor posto, de não deixar se esvair este pensamento do qual todos nascemos imbuídos.

   Não deixar se ver como superior a outrem fará com que nossas crianças deixem de usar estes aspectos supostamente inferiores para se engrandecer às custas de outros.

    A palavra chave no fim do bullying deve ser “O seu direito acaba aonde inicia o do outro”.

    Falar mais seria tolice, a questão do bullying esta diretamente ligada à questão da discriminação, e de como nos referimos à pessoas que sõ diferentes de nos, a primeira ação anti-bullying deve ser a de banir de nosso vocabulário palavras como : neguinho, bicha etc.

   Quando deixarmos de segregar, o bullying acompanhará a saída, as crianças terão, todas, infâncias mais saudáveis. É preciso que nos vejamos como irmãos!

Jose Serra – Roda Viva

Na boa, qual é a desses homofóbicos?

 

   É curioso, veja você a que ponto o ócio leva um cidadão. A criatura por incapacidade de desenvolver pensamento em qualquer outra coisa, inventa que saber o melhor da vida dos outros é legal, e inventa de criticar com quem as pessoas transam, mas assim…Qual a lógica disso?

 

  Por que esse ódio aos homossexuais? O que não consigo entender é isto, ta certo, eu também não gosto daquele condenado que tenta se fazer de mulherzinha, e se enche de trejeitos afeminados e exuberantes com o intuito de chamar atenção, mas daí a despender seu tempo com este tipo de preocupação…

 

  Tentar entender é legal, a fala é sempre a mesma:”Deus fez a mulher para o homem”, mas estes caras são tão pífios que acham que esse tal Deus os enviou como fiscais, eles esquecem que a Bíblia diz pra que amam a todos como a si mesmos, se na crença deles este é um pecado imperdoável, ai vai um recado: Não tentem ajudar Deus, não inventem de ser juízes, quem deve que se acerte com quem tem obrigação de cobrar!

 

  Outro fato curioso é ver como os homofóbicos (geralmente) são incultos, tanto que não fazem a menor idéia que os grandes heróis gregos e romanos, poderiam ser considerados gays, digo que poderiam pois não acho certo declará-los como tal, posto antes de Jesus isto era apenas sexo, mas entre homens.

 

  Se Deus não fez o homem para isto, não cabe ao homem julgar, mas sim amar como a si próprio, e quem pecou que acerte com o Big Boss no juízo final. Assim a coisa deveria ser vista.

 

  Felizmente, a cada dia a homofobia vem sido destruída, as pessoas andam mais conscientes, vivo numa geração incrivelmente gay. A bandeira esta sendo fincada, mas não a bandeira da conquista de território, de domínio, mas sim a bandeira que mostra a vontade de simplesmente viver da maneira que se bem entende, por parte  dos gays.

 

A LEI DA NATUREZA DIZ QUE UM HUMANO SE APAIXONA POR OUTRO.

 

  E não me venham dizer que é novidade, como já disse a coisa é milenar, sempre esteve na arte, e na vida cotidiana das pessoas, vamos abrir os olhos e deixar de ser hipócritas.

  Perceber, que todos tem como principio democratico, a LIBERDADE.

HarbourPhotogayart01

OS DESAFINADOS

Video bomba, mostrando a verdadeira face dos filhos de MARX, ludibriadores do povo, sugadores do Estado, absolutistas mascarados pelo pupolismo que se apoia na ignorancia do povo.